sexta-feira, 10 de outubro de 2014



12


O drama por não poder amamentar!! Eu não tive leite !

                                                            Olá pessoal!!

   Na minha última postagem eu compartilhei o nascimento do meu pacotinho e a felicidade que estou com a chegada da minha filhota. Mas nem tudo ocorre como planejamos, independente da nossa vontade tem coisas que fogem da nosso controle e foi isso que aconteceu logo após o nascimento do meu pacotinho.

O drama por não poder amamentar ! Eu não tive leite !
Máquina para estimular ( bombinha moderna)
   No meu 2° dia depois do parto começou o meu drama e o sentimento de impotência por não ter descido o leite , sempre quis amamentar e desde que fiquei grávida só pensava no parto normal e na amamentação. E vi que não seria tão fácil assim , mesmo tendo presenciado minha irmã em 3 gestações ter abundância em leite, minhas primas e tias a mesma coisa, leite materno nunca foi problema na minha família , sempre foi farto em todas as mulheres... Só que comigo foi diferente.

  O meu leite não veio apesar de várias estimulações,  só Deus sabe como tentei de tudo e nada!!

  Tomei litros de chá que segundo as enfermeiras é bom para estimular a descida do leite, remédio, litros de água (a garrafa  de água mineral era paga e na conta percebi o quanto eu bebi ), e  utilizei uma máquina que sugava os meus seios ( uma versão moderna de bombinha ), eu me sentia uma vaquinha suíça  enquanto a máquina ia tentando tirar leite... Só que com elas sai litros de leite e eu não tive o mesmo resultado que as vaquinhas porque dos meus seios não saíram nada por mais estímulos e tentativas que fiz nos 6 dias que fiquei internada no hospital.

  Foi muito difícil encarar essa realidade que se apontava para mim, porque não conseguia entender e sempre me perguntava:  porque comigo? Porque não tenho leite leite para o meu pacotinho?

O drama por não poder amamentar! Eu não tive leite!    Era muito dolorido quando dava a hora da minha filha mamar eu a colocava no seio e não saia nada, minha filha chorava , sugava e nada! Então vinham as enfermeiras que diziam para estimular na máquina (que já estava posicionada ligada na tomada do lado da minha cama) e a levavam para comer no berçário.  Tentei muito, chorei muito! Meus seios ficaram quentes, duros e quando eu pensava que o leite viria me decepcionava porque pareciam cheios mas não caia uma gota. E a triste realidade para mim de ter de dar  mamadeira para ela. Então nos 2 primeiros dias ela tomou glicose na seringa, no 3º  e 4ºdia foi leite artificial na seringa e no 5 dia a mamadeira porque no dia seguinte eu teria alta,  Confesso que no hospital eu não consegui ,não queria aceitar ter de dar a mamadeira e a enfermeira que deu... Questão moral porque eu queria chegar em casa relaxar e pensava que o leite viria. Mas um dia antes de eu sair o meu marido comprou o leite em pó receitado pela pediatra do hospital.

   Depois de 6 dias no hospital ( eu e minha filha tudo ótimo só que aqui se fica esse tempo mesmo no hospital) tive alta e no dia seguinte veio a enfermeira responsável por vir na minha casa verificar se está tudo bem e fazer um controle de mim e minha filha . Ela virá por 1 mês , veio verificou os meus pontos , pesou o meu pacotinho então a conversa da amamentação ... Receitou os chás , um coquetel parecido com um shake e a famosa máquina para estimular ... Meu marido foi na farmácia comprou os chás e o shake e alugou a máquina . Lá fui eu de novo com essa pressão, mas não suportei porque a minha filha graças a Deus se deu bem com o leite em pó então depois de 3 dias com a máquina pedi para o meu marido devolver já que o resultado continuava a sendo  o mesmo : o leite não veio.

   Então essa foi a minha realidade com a amamentação tentei por 12 dias não pensei que iria me abalar tanto , talvez pela expectativa do parto normal, a minha ansiedade de amamentar.  Mas nem sempre as coisas saem como sonhamos, esperamos e acreditamos... Hoje , 21 dias depois do parto encaro mais serenamente mesmo ainda chorando quando me deparo com as vaquinhas com as tetas cheias de leite. Minha filha é perfeita, se adaptou ao leite artificial e a felicidade dela estar  cada dia mais gordinha e linda me consola porque se ela não se adaptasse o que eu iria fazer?

     Tenho tanto a agradecer e o drama por não poder amamentar acaba sendo menor diante de tantas bençãos que Deus me dá... Sofri por isso , mas a saúde da minha filha me consola,  é o mais importante para mim... Nos adaptamos a mamadeira e vamos seguindo a nossa vida, entrando na rotina com o nosso pacotinho , babando cada dia, a cada sorriso .

     Então a mamadeira foi uma opção que fugiu do meu querer, me fez sofrer como mãe por sonhar amamentar por no mínimo 6 meses , mas que hoje  essa mãe agradece a Deus por minha filhota aceitar bem a mamadeira e o leite artificial.

                                               Beijo pessoal!!!

                                            Deixe o seu comentário!!

   

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Copyright © Lisa More Uma Vida Na Suíça |
Design by Franci Lourenço | Tecnologia do Blogger
    Twitter Facebook Google + YouTube