segunda-feira, 15 de dezembro de 2014



11


Violência no parto #Agressão no parto # Eu Não passei por isso!,

                                                             Olá pessoal!

   Na semana passada eu estava  fazendo umas pesquisas na internet e vi alguns relatos (na verdade vi muitos) de mulheres que infelizmente passaram por isso num momento que é tão delicado para nós. Achei um absurdo o que algumas delas passaram na hora do parto.

   O que me surpreendeu foi que nunca imaginei que algumas situações e atitudes poderia ser classificado como violência no parto. Lembro de  quando eu era mais nova a esposa de um primo meu relatar que ouviu uma enfermeira dizer para uma paciente que reclama de dor que "na hora do bem bom duvido que tenha reclamado de dor". Essa frase é considerada violência no parto e antes eu não sabia ,  tinha uns 13, 14 anos na época.

  Comecei a pesquisar bastante sobre parto esse ano por ter engravidado e ter tido a minha pacotinho que é a coisa mais linda mãe babona demais gente!
Violência no parto#Agressão no parto#Eu não passei por isso!

   No meu parto eu queria normal , quando as contrações do parto ficou muito forte me foi perguntado se eu queria tomar a peridural para amenizar a dor ,mais acabei não tendo dilatação suficiente apesar de ter tomado medicação para induzir a dilatação e nesse caso a enfermeira que me atendia me perguntou se eu autorizava a medicação para induzir a dilatação. Na sala de cirurgia para fazer a cesária a enfermeira também me avisou e ao meu marido na hora que ela ia fazer aquela pressão para o bebê sair , ela nos disse que iria fazer um movimento que era normal, nos avisou antes de fazer o movimento.Isso é o correto!

   Apesar de querer muito o parto normal, eu morria de medo de ter de fazer a Epsiotomia ( aquele corte que se faz para "ajudar " a passagem do bebê no parto normal) . No Brasil muitos a consideram normal e necessário para a saída do bebê, aqui na Suíça só é feito se for extremamente necessário, no tempo que fiquei na maternidade eu participei de uma palestra de amamentação com mais 10 mulheres só vi 1 menina que passou pela epsiotomia e somente eu que tinha feito a cesária.  E na minha gravidez fiz alguns cursos de mamãe, e de preparação de parto e neles me foi orientado a fazer exercícios para o períneo para prepara-lo para o parto e evitar a epsiotomia.

   Infelizmente no Brasil falta essas informações para nós mulheres, minha irmã teve 3 gestações e em nenhuma ela foi orientada sobre as escolhas e a vontade dela, ela teve nas 3 gestações o corte no parto natural. Lembro de ter ouvido de uma mulher há vários anos atras , que na 2º ou 3º  gravidez ela não precisou fazer a epsiotomia e eu preconceituosa e sem nenhuma informação até por ser bem jovem devia ter uns 17 anos pensei: " nossa como não deve estar?" . Infelizmente isso está na cabeça de várias pessoas que como eu não tinha e não tem informação. Não precisar de epsiotomia e o médico fazer é sim agressão e uma violência no parto.

   Muitas mulheres não precisam fazer cesária ,está ótima o seu bebê também mas muitos médicos por facilidade e conveniência de horários até porque o parto natural é demorado e imprevisível os médico aconselham a cesária. Uma amiga no Brasil a sua médica marcou a cesária porque na época prevista do parto ela iria estar de férias, minha amiga fez cesária. Isso é considerado uma agressão também se a escolha da mãe for um parto normal.

     Bem meninas o que nos falta realmente é informação, não devemos deixar que o médico e equipe façam a nossa escolha porque o corpo é nosso. Se está tudo bem com você e o seu bebê é a sua decisão sempre! Mas nunca colocando em risco a sua vida e a do seu bebê. Por isso Pré Natal é importantíssimo .

                                                 Beijo pessoal! Deixe o seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Copyright © Lisa More Uma Vida Na Suíça |
Design by Franci Lourenço | Tecnologia do Blogger
    Twitter Facebook Google + YouTube