segunda-feira, 21 de outubro de 2013



11


Me casei depois dos 30 ...

                                                             Bom dia!!

            Ser recém-casada é viver todos os dias como se fosse lua mel, namorados eternos, é um momento tão lindo, depois de quase 5 meses( me casei em 23 de maio), nosso relacionamento  nada mudou ,continua sendo como na época de namoro. Sinto que foi tudo na época certa, me casei depois dos 30 anos e Deus tinha esse plano na minha vida, é um sentimento meio que surreal ... Mágico.

            Quem de nós mulheres não conhece uma pessoa que não foi feliz, no namoro e consequentemente não foi feliz no casamento? E se não se divorciou se habituou a viver infeliz? Eu tenho uma amiga que foi infeliz no namoro, separou, voltou inúmeras vezes, e me dizia : " Se eu terminar depois até eu arrumar outro namorado demora uns 2 anos" .Ela engravidou , foram morar juntos, 2 meses depois do bebê nascer separaram e retornaram meses depois , continua na mesma...Eu nunca conseguir entender uma relação assim, para mim o amor não te faz infeliz, e se te faz e porque alguma coisa está errada e que vale a pena repensar o relacionamento.

            Sei que eu falando assim parece fácil, eu também senti pressão por a idade está chegando e não está casada e com filhos. Você é cobrada em reunião de família, é cobrada pela mãe da amiga, é cobrada pela amiga que está namorando, até pelo namorado da amiga rs ... Vivemos em sociedade né? Parece que sempre temos de explicar as nossas escolhas ou mesmo que não tenha sido uma escolha , o rumo que a vida nos levou mesmo que involuntariamente . Quando eu tinha 21 anos,  queria me  casar com 26 anos mesmo não tendo namorado tinha essa "meta" rs, coisas de menina de 21 e cabeça de 17 rs, sempre adorei revistas femininas e devorava todas que chegavam a minhas mãos , sou da época da revista Querida,Carícia e Capricho que ainda existe rs. Então fantasiava demais, não aconteceu e continuava solteira.

            Mas sempre tive como objetivo , que só me casaria se o namoro fosse feliz, que não se faltasse com respeito ao outro, onde o outro tivesse os mesmos princípios de família, e que me fizesse se sentir especial na sua vida . Lógico que eu e meu marido
temos as nossas diferenças mas elas só acrescentam ao nosso casamento. E temos como o princípio básico de uma vida a dois:  respeito, diálogo e confiança. Amor não preciso nem falar porque para uma mulher atravessar o Oceano Atlântico por um homem é porque está enlouquecida de amor rs... E isso nos completa.

          Temos que fazer as coisas de acordo com o nosso coração porque a nossa felicidade não pode depender da opinião e nem do que os outros pensam da nossa vida, porque a nossa felicidade somos nós que fazemos me casei depois dos 30 anos e sou muito feliz, talvez se tivesse me casado antes não teria a maturidade que hoje eu tenho, de valorizar as pequenas coisas do cotidiano... Mas finalmente o amor me encontrou, realizei o meu sonho e me sinto completa pela primeira vez na minha vida, vejo que verdadeiramente sou especial e tudo faz sentindo, não adianta procurar e insistir se o outro não quer compartilhar os mesmo sonhos com você... Quem é especial para você também te faz se sentir especial, para mim é assim que funciona.

          E é assim, não importa a idade o que é seu chegará até você...  O amor verdadeiro não te faz infeliz, é preciso dois para fazer o amor florescer e te fazer sorrir, num relacionamento verdadeiro você não pode amar pelos dois e nem se doar pelos dois... Casamento é doação de amor,companheirismo e respeito com doses de carinhos diários.
                                                 Beijos!
     
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Copyright © Lisa More Uma Vida Na Suíça |
Design by Franci Lourenço | Tecnologia do Blogger
    Twitter Facebook Google + YouTube